fbpx
Casal na praia com criança

Como aproveitar bem o lazer da praia com crianças?

Verão e sol combinam com piscina, praia e pé na areia, não é mesmo? Ainda mais para os pequenos, que amam a diversão à beira-mar: o lazer da praia com crianças agrada às mais diferentes idades.

No entanto, por ser um local com muitas pessoas, pelo sol forte e, por vezes, pelo mar mais agitado, levar os filhos à praia é um passeio que merece atenção. Algumas dicas simples são suficientes para que toda a família tenha ótimos dias de férias no litoral.

Se você deseja aproveitar o verão com os pequenos, confira o nosso post e veja como desfrutar bem o lazer da praia com crianças. Vamos lá?

1. Por que levar os filhos à praia?

A tecnologia está cada vez mais presente na vida das famílias pelo país afora. Apesar de trazer diversas vantagens, como a facilidade de contato à distância e mais segurança, ela também aponta características negativas: uma delas é em relação às crianças, que deixaram de aproveitar as brincadeiras ao ar livre.

Por isso, levar os filhos à praia é um modo de tornar mais divertida a infância dos pequenos — de quebra, com toda a família reunida. Ir à praia também é um passeio e tanto, justamente por ser um passatempo que agrada aos mais diferentes tipos de pessoas.

É possível aproveitar para ver o pôr do sol, fazer atividades físicas, tomar um banho de mar, passar o dia entre família e amigos ou, simplesmente, caminhar pela orla.

Caso os seus filhos sejam bem pequenos, vale buscar um local com mar mais tranquilo e menos pessoas. Já se a intenção é curtir um pouco mais de agito e ensinar surf para as crianças, procure praias com mais ondas. Avalie as suas preferências antes de escolher o destino ideal e tenha ótimos momentos.

2. O que é preciso levar?

Para aproveitar a praia com conforto, é preciso ter em mãos itens para proteção solar, hidratação e alimentação. Porém, se a intenção é não se preocupar com o que comer e beber, vale procurar um bom quiosque na areia para consumo de sucos, águas e porções. Confira um checklist geral:

  • protetor solar;
  • toalha;
  • canga para colocar na areia;
  • roupas mais largas para usar no retorno à casa;
  • chinelo;
  • chapéu ou boné;
  • lenço umedecido;
  • fraldas (se necessário);
  • óculos de sol;
  • brinquedos de areia.

Se a sua ideia é levar todos os itens para aproveitar o dia, acrescente nessa lista as cadeiras e o guarda-sol, além dos comes e bebes. Vale utilizar uma caixa térmica para levar água, sucos e frutas, além de comidas leves.

Uma boa dica é preparar sanduíches naturais, com patê de atum e cenoura, por exemplo: eles têm fácil preparo, são saudáveis e alimentam bem toda a família.

3. Quais praias do litoral norte de São Paulo devo levar as crianças?

Diante das diversas praias existentes no litoral norte paulista, vale ressaltar que nem todas são adequadas às crianças. Algumas apresentam o mar bastante forte, ao passo que outras atraem muitas pessoas, tornando o clima agitado para os pequenos.

Se você está planejando a próxima viagem em família, veja, a seguir, 6 praias para ir com crianças.

3.1. Pedra do Sino (Ilhabela)

A Pedra do Sino fica na região norte de Ilhabela e é uma opção para os pequenos por conta do mar calmo. Ela também é chamada de Praia de Garapocaia, por isso, caso veja esses dois nomes, saiba que o local é o mesmo.

Com uma faixa de areia de, aproximadamente, 400 metros, a vegetação é repleta de palmeiras e coqueiros. O resultado é uma praia tranquila e repleta de sombra, ideal para quem gosta de aproveitar o dia inteiro com o pé na areia.

Como o local conta com uma boa infraestrutura de quiosques, prepare-se para curtir momentos incríveis na Praia da Pedra do Sino.

3.2. Mococa (Caraguatatuba)

A praia da Mococa tem uma infraestrutura impecável de quiosques. Por isso, não se preocupe em levar comes e bebes: você encontrará comida de qualidade por lá.

Com uma distância de 14 km do centro de Caraguatatuba, pegue a estrada no sentido Ubatuba e encontre um local bastante agradável e familiar. Ou seja, ideal para aproveitar o dia.

Também é possível aproveitar para conhecer a chamada Ilha do Tamanduá, logo à frente da praia da Mococa. A foz do rio Mococa fica próxima à praia, sendo mais um tipo de passeio que pode ser realizado por toda a família. Considere a visita à região e tenha um dia completo e cheio de novidades!

3.3. Barra do Una (São Sebastião)

O maior diferencial da Barra do Una é o encontro do rio Una com o mar, formando um cenário incrível. Como esse trecho é navegável, uma ótima dica é percorrer as águas da Barra do Una com lanchas ou barcos — além de ser um passeio muito proveitoso, as crianças adoram.

Outro ponto positivo da Barra do Una é poder escolher entre água doce ou salgada para aproveitar o dia. Como o rio do Una é próximo ao mar, as famílias podem variar o local de diversão durante a estadia de férias.

Para chegar à Barra do Una, acesse a BR-101, conhecida como Rodovia Rio-Santos, e percorra uma distância de 57 km a partir do centro de São Sebastião. Com boa infraestrutura de comércio, você poderá encontrar diversas pousadas ou hotéis de qualidade na região.

3.4. Domingas Dias (Ubatuba)

A praia Domingas Dias e a praia do Lázaro são vizinhas e estão localizadas na cidade de Ubatuba. Com uma distância de 223 km entre Ubatuba e a cidade de São Paulo, é possível fazer esse percurso de carro com uma duração aproximada de 3 horas de viagem.

Para chegar, parta pela praia do Lázaro e caminhe cerca de 3 minutos. Ambas as praias são próximas ao centro de Ubatuba e há estacionamento no local, facilitando o acesso para famílias com crianças.

A praia tem bastante verde e um mar calmo, atraindo pessoas que preferem tranquilidade. Se você deseja ainda mais sossego, caminhe para o canto esquerdo e conte com um ambiente bastante propício para os pequenos.

Vale ressaltar, no entanto, que não há grandes quiosques na praia Domingas Dias. Por isso, leve água, suco, frutos e sanduíches para aproveitar bem o dia.

3.5. Juquehy (São Sebastião)

Juquehy é um destino famoso de São Sebastião, principalmente por seu charme e sofisticação. Com águas cristalinas, areia branca e infraestrutura diversificada, a praia é sinônimo de tranquilidade para os seus visitantes: não é preciso levar cadeiras, guarda-sol ou comidas, considerando que você pode encontrar tudo no local.

Para aproveitar a praia com crianças, a dica é ficar no canto esquerdo da praia. Como o mar é mais tranquilo, os surfistas acabam se dirigindo para outros destinos.

O diferencial de Juquehy é o cenário que combina a bela praia com o verde da serra. Por isso, separe a máquina fotográfica e faça ótimos retratos das férias em família.

3.6. Camburi (São Sebastião)

Camburi e Camburizinho são praias brasileiras localizadas em São Sebastião e, também, muito visitadas. Ao passo que Camburizinho atrai surfistas e grupos de amigos, a praia de Camburi tem um ambiente calmo e familiar.

Com ótima infraestrutura e diversos quiosques na areia, o visitante não precisa se preocupar em levar utensílios de praia. Mais além, a comida preparada no local é de excelente qualidade.

Tenha ótimos momentos com a família e, antes de retornar à rotina, aproveite para conhecer o comércio local próximo à orla. São diversos produtos e lembranças preparados pela comunidade caiçara.

4. Quais os cuidados devo ter ao levar as crianças?

Depois de conhecer ótimos lugares para visitar, é momento de saber quais cuidados tomar ao levar as crianças ao litoral. Por ser um local público e de grande circulação de pessoas, a atenção deve ser redobrada para que o final de semana em família na praia corra sem imprevistos.

Continue a leitura e veja 5 dicas essenciais para levar os filhos à praia.

4.1. Nunca perca as crianças de vista

Pode parecer uma dica óbvia, mas perder crianças na praia é mais comum do que você imagina. Geralmente, quando grupos maiores aproveitam um tempo na praia, os adultos tendem a pensar que todos estão atentos às crianças, o que pode torná-los mais relaxados. Ao final, a situação pode não acabar bem.

Por isso, o primeiro cuidado é nunca, em hipótese alguma, perder as crianças de vista. Uma boa dica é revezar a responsabilidade de permanecer em atenção por períodos determinados, de forma combinada entre pai, mãe, tio, avó e outros adultos que estiverem no local.

Caso você perca os seus filhos, avise o guarda-vidas mais próximo e fique atento ao barulho de palmas: na praia, quando uma criança está perdida, os banhistas começam a bater palmas para chamar atenção.

O mesmo vale caso você encontre uma criança sem os pais. Coloque-a em seus ombros e, com as pessoas em volta, inicie as palmas para facilitar o encontro pelo responsável.

4.2. Evite lugares próximos a embarcações e jet-skis

Lanchas, barcos e jet-skis muito próximos são sinais de perigo — e não só para crianças. Acidentes com esses tipos de embarcações costumam ser fatais devido à sua hélice cortante e podem significar uma grande tragédia nas férias em família.

Por isso, antes de escolher o melhor lugar para aproveitar a praia, evite locais próximos a embarcações. Caso os barcos e lanchas comecem a se instalar na praia depois que você e sua família já estiverem aproveitando o local, vale redobrar a atenção e (por que não?) procurar um posto mais seguro.

4.3. Proteja o meio ambiente

Proteger o meio ambiente nada mais é do que levar com você todo o lixo produzido durante o dia na praia: latinhas, garrafas plásticas, restos de comida e outros itens.

Para tanto, sempre porte uma sacolinha de lixo e reúna todo o lixo ao final da diversão. Além de proteger o meio ambiente, essa atitude é um exemplo e tanto aos pequenos.

Um outro gesto para cuidar do meio ambiente é fazer uma caminhada pela orla com as crianças e retirar o lixo que se encontra na areia: uma bela forma de ensinar valores importantes aos filhos e auxiliar a diminuição da poluição no mar.

4.4. Observe a qualidade da água da praia que pretende visitar

Poucos viajantes se preocupam com a qualidade da água da praia antes da visita, o que pode acarretar alergias e até doenças de pele. Por isso, confira se a praia apresenta boas condições para banho.

Geralmente, as prefeituras disponibilizam essas informações em seus sites. Bandeiras vermelhas e verdes também são fixadas na areia para sinalizar a boa ou má qualidade da água do mar. Fique atento e evite contratempos de saúde.

4.5. Tenha cuidados com a hidratação

Com altas temperaturas, sol forte e banhos de mar, a tendência é perder bastante líquido durante os dias na praia. Como resultado, a desidratação surge com os seus sintomas de dores de cabeça e mal-estar.

Para evitar esse quadro, conte com muita água para toda a família. A água de coco também oferece ótimos benefícios contra a desidratação, além de ter um sabor bem gostoso.

É importante, ainda, ter atenção em relação à alimentação do dia e, claro, ao uso de protetor solar. Repasse o bloqueador em seus filhos a cada 2 horas e evite o sol entre as 10 e 16 horas.

5. Quais as principais dicas para curtir as férias com as crianças?

Curtir as férias com crianças não é uma tarefa simples, mas ela pode se tornar um pouco mais tranquila a partir de algumas dicas fáceis de serem aplicadas. Veja, a seguir, quais são elas — mesmo em uma praia no inverno.

5.1. Coloque camisetas com proteção UV para as crianças na praia

Você já conhece as camisetas com proteção solar UV? Elas são vestimentas de tecido leve e de secagem rápida com o fim de aumentar a proteção solar para os pequenos.

Para evitar queimaduras e insolações, conte com o creme de proteção solar e a camiseta. Bonés também são itens importantes contra queimaduras. Utilize o combo e garanta diversão sem sofrimento.

5.2. Leve bolsa térmica para alimentos

A bolsa térmica é objeto essencial para famílias que gostam de passar férias e feriados na praia. Isso porque ela conserva a temperatura fresca dos alimentos e bebidas.

Na noite anterior ao passeio, coloque água em algumas garrafas plásticas e leve ao congelador: antes de ir à praia, coloque os alimentos e bebidas para o dia e complemente com as garrafas de água congelada. Essa simples atitude garante por mais tempo o frescor dos alimentos.

5.3. Leve lanches leves

Praia, sol forte e banho de mar não combinam com alimentos pesados, pelo contrário! Por isso, opte por comidas leves e lanches mais saudáveis para que a diversão seja completa durante todo o período com o pé na areia.

Além de frutas e biscoitos, sanduíches naturais são bons itens para comer à beira-mar. Patê de atum é fácil de ser preparado e, se combinado com alface e tomate, torna uma refeição praticamente completa. Pense em opções leves e prepare na noite anterior ao passeio para garantir a sua validade.

5.4. Tenha uma toalha grande

A toalha é item essencial na praia com crianças, considerando que os pequenos adoram curtir o banho de mar durante várias horas. Para garantir que os seus filhos não fiquem muito molhados ao saírem do mar, conte com uma toalha grande.

Já para colocar na areia, a toalha ou a chamada canga podem cumprir bem essa função. Dessa forma, as crianças podem brincar sem a necessidade de contato direto com a areia quente — principalmente em horários de sol a pino.

5.5. Crie brincadeiras com as crianças na praia

Geralmente, crianças têm bastante energia e estão sempre buscando atividades para fazer. O litoral, por si só, já é um local diferente, que estimula a exploração pelos pequenos, mas é sempre bom pensar em algumas brincadeiras na praia para entreter os filhos durante o dia.

Além dos tradicionais castelinhos de areia, os pais podem propor as seguintes atividades:

  • aula de surf;
  • futebol na areia;
  • frescobol;
  • brincadeiras nos parquinhos;
  • além de um passeio de bicicleta pela orla.

Solte a imaginação e pense em brincadeiras que os seus filhos gostariam. Ao final das férias em família, todos retornarão à rotina com memórias incríveis dos dias na praia.

6. Como se planejar para o passeio?

A viagem com crianças requer um pouco mais de planejamento, considerando os horários de comer, trocar fralda e, também, dos cochilos da tarde. Por isso, o primeiro passo para esse plano é avaliar a idade dos pequenos para pensar em uma rotina boa para todos.

Definir os dias da viagem e escolher o hotel, pousada ou imóvel são os passos seguintes. Garanta a reserva com antecedência e consiga locais mais próximos à praia, com melhor custo-benefício e, também, com mais qualidade de atendimento e alojamento.

Escolha, também, o meio de transporte a ser utilizado. A cidade de São Paulo é um ponto de partida não muito distante do litoral norte: caso você precise chegar de avião, os aeroportos de Congonhas e Guarulhos são os locais mais indicados para pouso.

Com automóvel, partindo de São Paulo, é possível chegar às praias do litoral norte com uma viagem de, aproximadamente, 3 horas. Por isso, programe-se para ficar alguns dias em seu destino e não tornar muito cansativa a viagem de férias.

Por fim, é interessante, também, planejar alguns passeios no destino. Você pode fazer isso ao chegar em seu hotel, pousada ou imóvel conversando com os locais. Confira ideias de passeios de barco, trilhas ou experiências de mergulho livre e garanta ótimos momentos para toda a família.

7. O que se deve evitar fazer?

Depois de tantas dicas do que fazer e de como planejar a viagem para a praia, é momento, agora, de conferir o que não fazer. Isso porque uma pequena queimadura ou uma intoxicação alimentar, mesmo que leve, podem significar o fim mais cedo dos dias no litoral.

A primeira dica é evitar ingerir comida dos ambulantes que vendem pela areia, principalmente camarão ou carne na brasa. Produtos com maionese também devem ser avaliados, considerando a facilidade de vencimento sob sol forte. Prefira sorvetes, açaí na tigela e comidas feitas em quiosques, por exemplo.

Outro ponto importante refere-se à necessidade do protetor solar. Muitas pessoas pensam que basta aplicar uma vez durante o dia para garantir a proteção contra o sol. O resultado, ao final do dia, pode ser uma bela insolação solar ou queimaduras bastante dolorosas.

Os próprios fabricantes dos bloqueadores recomendam a aplicação constante do protetor: de 2 em 2 horas ou sempre depois do banho de mar. Hoje em dia, também é possível encontrar protetores mais resistentes ao suor e à água. Invista em bons protetores e evite contratempos ao final do dia.

A última dica parece um conselho de avó e, geralmente, é o mais difícil de ser ouvido pelas crianças: não entre na água logo após a ingestão de alimentos e não permita que os seus filhos tomem um banho de mar depois de comer.

O motivo para esperar alguns minutos na areia é evitar a chamada indigestão, que pode gerar mal-estar e, consequentemente, afogamento — caso a pessoa esteja na água.

A indigestão acontece quando uma alimentação pesada é ingerida e, logo após, o adulto ou a criança inicia uma série de atividades físicas pesadas. Por isso, na praia, opte por alimentos mais leves e fique de olho no tempo em que seus filhos permanecem na água.

Depois do almoço ou de alguma refeição, faça brincadeiras na areia e evite problemas de saúde durante a viagem em família.

Aproveitar a praia com crianças não é uma tarefa simples, mas, a partir de nossas dicas, essa missão torna-se muito mais proveitosa. Se você deseja planejar a próxima viagem e sair da rotina, leia e releia este post e veja o que é preciso levar, confira destinos adequados aos pequenos, saiba como se programar e entenda o que fazer (ou não) durante a estadia à beira-mar. Prepare a máquina fotográfica e boa viagem!

Gostou das nossas dicas para aproveitar a praia com crianças? Bastante úteis, não? Compartilhe, agora, este post nas redes sociais e convide os seus amigos à leitura!

Quer receber nossos artigos gratuitamente?

Cadastre-se para receber por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.