fbpx

Férias em família é sempre motivo de muita expectativa e ansiedade. Para que tudo dê certo, é necessário muita organização e atenção aos detalhes, pois viajar com crianças é uma aventura, sejam elas bebês ou pequenas, sejam adolescentes.

Para que a viagem seja um sucesso, é preciso muito planejamento e uma dose de paciência. Independentemente se a viagem é curta ou mais longa, estar com os entes queridos renderá boas lembranças e muito assunto. Siga conosco e descubra como fazer dessa experiência algo inesquecível!

Como organizar uma viagem em família?

Em uma viagem apenas com adultos, os imprevistos podem ser contornados com mais facilidade, mas ao viajar com as crianças, os pais precisam ficar atentos a cuidados importantes — para que as férias sejam apenas diversão e não um motivo a mais de preocupação. Entre os benefícios da viagem em família, está o fato de as crianças poderem conhecer outras culturas, estabelecendo contato com novas experiências da vida.

Juntar a turma toda para um passeio requer atenção dobrada para garantir que a viagem agrade a todos. A princípio, isso dará um certo trabalho, principalmente quando forem decidir o destino e o roteiro de viagem. Todo o trabalho será recompensado no final, quando você contemplar a alegria no rosto dos seus familiares — especialmente se os filhos ainda forem pequenos.

Organize uma viagem que agrade a toda a família, permitindo que todos descansem e renovem suas energias para o restante do ano. Seja na neve, seja na praia ou campo, o importante é se divertir, conhecer lugares totalmente diferentes e fugir da rotina.

Para começar, tenha em mente que a viagem deve começar com um planejamento e atenção a itens como roupas, objetos pessoais, câmera fotográfica, reserva de hospedagens, transporte e tudo mais que influenciar no passeio em família. Confira abaixo 8 dicas valiosas para te ajudar a organizar com sucesso as suas férias em família!

1. Faça um bom planejamento

Para ser bem aproveitada, a viagem de férias em família tem que ir muito além do clichê: compra de passagens e pé na estrada. Como tudo na vida, uma boa viagem também começa por um bom planejamento, e é preciso estar atento a todos os detalhes para que ela seja bem-sucedida. Dê atenção a todos os detalhes, da hospedagem à arrumação das malas.

Esse planejamento deve ser feito em conjunto com todas as pessoas que embarcarão nessa viagem, até mesmo as crianças. Aproveite o momento em que todos estiverem reunidos para conversar sobre o que cada um deseja e espera das férias.

Além do destino, vocês também precisam decidir o tipo de hospedagem, comida, deslocamento e coisas interessantes para fazer. Não se esqueça de sempre levar em consideração as características das pessoas: idades, gostos e personalidades, para fazer um planejamento que contemple os anseios de todos. Assim, ninguém fica frustrado.

Coloque no papel todos os prós e os contras das escolhas de cada um — época do ano, fuso horário, opções de lazer e outros detalhes que possam interferir enquanto vocês estiverem fora. Depois, tente encontrar um equilíbrio entre as opções, buscando uma solução que agrade à maioria.

Outro ponto importante na hora do planejamento da viagem é a antecipação de possíveis burocracias, como a compra de passagens ou outros bilhetes — o objetivo deve ser evitar filas e horas de espera.

Quem tem filhos pequenos sabe que esperas muito longas podem causar estresse e, por consequência, quebrar um pouco o clima de diversão da viagem logo no início. Para evitar esse tipo de transtorno, opte sempre por comprar passagens, ingressos e outros tickets pela internet.

2. Defina um destino incrível e que agrade a todos

A escolha do local a ser visitado geralmente é o momento de maior indecisão e, por isso, também é necessário que todos participem da escolha — é um momento importante para criar um clima de expectativa desde o início. O passeio deve ser interessante para todos os membros da família, pois, além de garantir a diversão das crianças, as férias são o momento ideal para os adultos descansarem da rotina corrida do dia a dia.

No início, talvez seja difícil entrar em um consenso, afinal, cada membro da família tem uma preferência e expectativa sobre as férias. O ideal é que todos deem suas sugestões e, no final, façam uma reunião apresentando uma lista com prováveis destinos para tentarem chegar a um acordo sobre qual local atende melhor às expectativas de todos.

Nem sempre o parque de diversões é a melhor opção para a diversão das crianças, principalmente em alta temporada, quando as filas são enormes. Da mesma forma, curtir a natureza pode não ser a escolha ideal para os adolescentes, que podem preferir uma cidade badalada. Por isso, é fundamental que a escolha ofereça possibilidades de atividades para todos os membros da família.

Além das preferências de cada um, outro fator que deve ser levado em conta na escolha do local é a infraestrutura básica e os pontos turísticos locais. Apesar de muita gente gostar de sair do país nas férias, o nosso Brasil também tem excelentes destinos para aproveitar com a família, com atrações muito boas para adultos e crianças curtirem as férias. Confira algumas opções a seguir!

Caldas Novas, Goiás

Localizada no coração do Brasil, Caldas Novas é um local perfeito para férias familiares. Além dos parques termais, que agradam à criançada — Hot Park, Lagoa Termas Park, Water Park, Parque das Fontes, diRoma Acqua Park —, a rota turística da cidade reúne passeios pelo parque estadual da Serra e Jardim Japonês, onde adultos e crianças podem curtir um pouco da natureza.

Gramado e Canela, Rio Grande do Sul

Localizadas na serra gaúcha, as cidades de Gramado e Canela também estão entre os melhores destinos nacionais para férias em família. Além da bela paisagem e natureza exuberante, as cidades têm opções de lazer para crianças e adultos. Atrações como o Vale dos Dinossauros, Mundo a Vapor, Museu de cera Dreamland, Aldeia do Papai Noel, Mini Mundo e Mundo Encantado estão entre os locais mais visitados da região.

Balneário Camburiú, Santa Catarina

Além do benefício de ser próximo ao Beto Carrero World — maior parque temático da América Latina —, Balneário Camburiú tem seus próprios atrativos. A cidade tem belas praias, com excelente estrutura e boas opções de hospedagem, e você pode viver aventuras radicais no Parque Unipraias, embarcar em passeios de trapiche e curtir o Barco Pirata. Um bom roteiro para o verão, não acha?

Caraguatatuba, São Paulo

A cidade de Caraguatatuba fica situada entre Ubatuba e São Sebastião, e faz parte do roteiro de quem passa férias no litoral norte de São Paulo. Além das belas praias, a cidade também é agraciada com as belezas da mata Atlântica — onde fica o Parque Estadual da Serra do Mar, uma área com trilhas, piscinas naturais e uma fauna riquíssima.

Com águas extremamente tranquilas, as praias de Tabatinga, Prainha e Cocanha são excelentes para quem viaja com crianças pequenas. Além disso, elas possuem boa estrutura, com bares e quiosques.

3. Escolha a data adequada para a viagem da família

A época em que a viagem será feita também conta (e muito) para uma viagem bem-sucedida em família. A data precisa estar alinhada com as atrações locais e com o clima desejado — além de convergir com as férias de todos, é claro.

Algumas cidades são famosas por eventos de fim de ano, festas natalinas, réveillons badalados, shows especiais etc. Outras são melhores para ir no meio do ano, como as cidades com grandes eventos de festas juninas ou regiões serranas. Quem optar por ir para as cidades serranas, do sul do Brasil, o ideal é que vá no inverno. Além de aproveitar melhor a comida típica dessa época, poderá ter a sorte de curtir a neve com as crianças.

Para quem prefere o litoral brasileiro, é sempre melhor ir no fim da primavera ou no verão, e ficar de olho na previsão do tempo. Ninguém merece ficar preso no quarto do hotel esperando a chuva passar — quando o objetivo seria aproveitar o sol e o mar, não é mesmo? Se o objetivo de vocês for fazer uma trilha ou acampamento, o ideal que a viagem seja feita em dias ensolarados, ou mesmo com temperaturas amenas, mas sem chuvas.

4. Programe o transporte

Depois que decidirem o destino e a data, é hora de definir o transporte para chegar até lá, e o que será utilizado para se deslocar no local. Como vimos anteriormente, a melhor maneira de evitar transtorno e filas, é comprando as passagens ou pacotes de viagem com antecedência. Nessas horas é importante levar em consideração todas as burocracias, praticidade, conforto, custo, rapidez e limite de bagagem.

Para viagens mais longas, o ideal é ir de avião, para ter mais conforto e agilidade. Já para trajetos mais curtos, é recomendada a viagem de carro — além de ser menos burocrático, é uma oportunidade para quem gosta de admirar as paisagens no caminho.

Se optarem pelo avião, ao chegarem ao destino, é interessante alugar um carro, para que vocês tenham mais autonomia e conforto para irem aonde quiserem. Em viagens ao exterior, atente-se às regras locais quanto à utilização da cadeirinha para crianças pequenas. Em alguns países, as regras são tão rígidas que nem os taxistas aceitam transportar crianças sem esse dispositivo de segurança.

Em relação aos pequenos, para que a viagem não fique entediante, planeje previamente atividades e jogos para que eles mantenham a animação e não se estressem com a demora, tanto nos aeroportos quanto nos trajetos de carro — os deslocamentos podem se tornar cansativos e entediantes sem um toque lúdico. E não leve brinquedos ou objetos grandes: opte por eletrônicos portáteis, jogos, filmes, livros etc.

5. Analise as opções de hospedagem

Agora que vocês já entraram em acordo e escolheram o destino, data e transporte, está na hora de definir o tipo de hospedagem em que ficarão. Podem optar por um hotel, para não ter obrigação nenhuma, apenas relaxar; um resort que tenha várias atrações; ou até alugar um apartamento ou casa com bastante espaço para toda a família.

O aluguel de uma casa ou apartamento por temporada pode proporcionar momentos de maior união entre os familiares. Vocês poderão fazer atividades que nem sempre têm tempo de fazerem juntos por causa da correria do dia a dia. Coisas simples, como cozinhar, brincar, assistir a um filme ou até sentar e não fazer nada. Ou seja, apenas partilhar um tempo em família, sem a preocupação de trabalhar ou estudar no dia seguinte.

Se você optar por um hotel, pesquise com antecedência e escolha àqueles que atendam bem às suas necessidades — como localização, atendimento, estrutura e limpeza. Defina se o hotel será um ambiente apenas para o descanso, ou se todas as atividades serão feitas nele.

Se preferir a segunda opção, procure saber se há playground para as crianças e infraestrutura completa para o bem-estar de toda a família. Procure saber também se as diárias incluem café da manhã, estacionamento e outros benefícios.

Hospedagem, lazer e conforto em um só lugar

Se os membros da sua família forem ativos e independentes, vocês podem optar por se hospedarem em um resort. Dessa forma a viagem será mais divertida para todos. Alguns resorts oferecem opções de lazer — como tênis, ciclismo, golfe, aulas de dança, passeios turísticos e programação para crianças e adolescentes. Eles podem variar entre locais com praia e esportes aquáticos, uma estância de montanha ou mesmo um hotel fazenda.

Alguns deles ficam dentro de parques temáticos, o que os tornam, além de local de hospedagem, um destino de férias completo. Essas qualidades fazem com que os resorts sejam excelentes para que todos os membros da família vivam experiências múltiplas durante o dia, e compartilhem as aventuras durante um bom papo no jantar.

6. Planeje o roteiro para as férias em família

Outro momento em que geralmente acontecem divergências na hora do planejamento de uma viagem de férias é na montagem do roteiro. Nele, vocês deverão definir quantos dias ficarão viajando e quais programas farão. Assim como na escolha do destino e hospedagem, todos devem participar da montagem, para que o desejo de ninguém seja deixado de lado.

Além do tempo de viagem, a estação e o clima do lugar também devem ser levados em conta para a elaboração do roteiro. Isso inclui o objetivo do passeio — vocês pretendem ter um período de descanso ou fazer programas turísticos e culturais? Ou preferem locais urbanizados ou mais próximos à natureza?

Como descobrir atrações interessantes?

Pesquise sobre os eventos e programações especiais que acontecerão na região, leia sobre museus, pontos turísticos, lugares históricos e parques. Selecione aqueles que mais interessam a você e à sua família, considerando os horários de funcionamento. Não deixe de conferir detalhes importantes, como a estrutura do local e a logística de transporte. Essa pesquisa é crucial para o divertimento em família.

Na hora de preparar o roteiro, outro ponto que deve ser levado em consideração são as distâncias. É sempre bom lembrar que longas viagens e voos com muitas escalas tendem a deixar os filhos pequenos mais irritados e inquietos. Além disso, grávidas e idosos também devem evitar trajetos muito cansativos.

Outro ponto importante a ser lembrado é que os roteiros devem sempre abrir margem para imprevistos, permitindo que vocês alterem algo na programação ou descubram um local novo que queiram visitar.

7. Organize as malas com antecedência

A organização das malas é mais um ponto crucial para o bom andamento da sua viagem de férias, portanto, não deixe para a última hora! Ninguém quer viajar carregando excessos, mas também não quer ser pego desprevenido pela falta de algo extremamente necessário, certo?

Sendo assim, com base no seu destino, faça uma lista colocando tudo o que for importante para ser levado. Analise o clima da região e, se possível, verifique a previsão do tempo para os dias em que estará fora.

Dê preferencias às malas com tamanho confortável para cada membro da família, para que não haja dificuldades ao transportá-las no aeroporto. Malas pequenas e práticas são sempre a melhor aposta em qualquer viagem. Evite levar itens que não pretende usar. Se for ficar uma semana, não leve roupa para ficar um mês. Para entreter as crianças, opte por levar brinquedos portáteis, que ocupem o menor volume possível.

Ao viajar com bebês, a lista de itens a levar aumenta bastante. Além de mamadeiras, fraldas e chupetas, você vai precisar de roupas extras. Se a viagem for de carro, leve o carrinho. Além deles serem essenciais para carregar os bebês, poderão ser úteis para os filhos pequenos, pois as crianças menores tendem a cansar rápido em caminhadas longas.

Não esqueça dos documentos

Na hora de organizar as malas, não esqueça dos documentos. Alguns são extremamente necessários para entrada e permanência em alguns países. Verifique se há necessidade de passaporte, visto, vacinas específicas e seguro-saúde. Confira também a validade de todos.

Leve um kit de emergência

Para sua viagem em família ser mais tranquila, é necessário que você leve um pequeno kit médico, com analgésicos, anti-inflamatórios, curativos, gases e remédios para dores de estômago — problemas alimentares são comuns para quem vai visitar um lugar novo com comida diferente.

Se alguém estiver tomando medicamento controlado, não se esqueça de levá-los acompanhados das receitas. Coloque todos os itens numa caixa de primeiros socorros e certifique-se de que todos saibam onde ela está.

8. Deixe sua casa em ordem

A sua casa deve entrar no planejamento das férias em família, afinal, possivelmente ela ficará sozinha no período. Para que nenhum imprevisto aconteça enquanto vocês estiverem fora, antecipe-se a todos os detalhes que envolvem sua saída. Os cuidados com os animais de estimação e segurança estão entre os principais requisitos.

Cuidados com os animais de estimação

Se vocês têm animais de estimação, na impossibilidade de levá-los junto com a família nas férias, é importante definir os cuidados que terão com eles quando se ausentarem. Procure alguém de confiança para tomar conta, alimentá-los e para que eles não se sintam sozinhos. Em datas comemorativas, em que são utilizados fogos de artifício, os animais podem se assustar e até tentar fugirem.

Se você não tiver alguém de confiança para cuidar de seu pet, poderá utilizar o serviço dos hotéis para animais, que oferecem todo o conforto de que eles precisam — não se esqueça de deixar um número de telefone para que eles entrem em contato em casos de emergência.

Guarde os bens mais valiosos em local seguro

Infelizmente, o nosso país vive momentos de insegurança, em que uma casa sozinha acaba se tornando um convite para os criminosos. Para se prevenir contra isso, é importante que você guarde os pertences valiosos em um local adequado, se possível, fora da residência.

Algumas empresas oferecem o serviço de self storage, uma espécie de guarda volumes para itens de valor. Se você não tiver um cofre seguro e não conseguir um local seguro, essa pode ser uma boa solução. Pesquise bastante as empresas que oferecem esse tipo de serviço e verifique se elas oferecem segurança, monitoramento e profissionais especializados.

De nada adianta ter férias marcantes se na volta vocês depararem com uma surpresa negativa. Cuide dos bens que ficarão para que o fechamento das férias também seja bem-sucedido.

Por mais que organizar as férias em família e viajar com crianças pequenas possa ser trabalhoso, valerá a pena cada segundo ao lado deles. Não se esqueça que eles crescerão e, no futuro, talvez não tenham mais tempo para viajar com os pais. Por isso, independentemente das escolhas que vocês fizerem, lembre-se de que o objetivo das férias é que você e sua família passem momentos maravilhosos e se divirtam muito.

Agora que você já tem em mãos todas essas dicas, reúna a família, escolham o destino, façam as malas e pé na estrada. Não esqueçam de levar a câmera para registrar todos os momentos marcantes que viverão.

Se você gostou do nosso post e quer continuar antenado sobre férias e viagens em família, assine a nossa newsletter!

Share This