fbpx

Dividir um ambiente sem perder espaço, isolar o barulho, embutir a iluminação, montar uma estante pra TV… São muitas as possibilidades de coisas para se fazer através do Drywall.

Por ser um recurso bastante maleável, ele embasa trabalhos arrojados, com recortes e curvas que trazem ares modernos ao ambiente. Também é mais leve e não se faz necessário o uso de água durante a obra.

Há três tipos de chapa, que se diferenciam pelo tom da cobertura de papel-cartão. A face branca deve voltar-se sempre para o lado do acabamento. Pode ser utilizada em forros e paredes de ambientes secos.

Para áreas úmidas, recomenda-se o uso do material na cor verde, pois ele possui maior impermeabilidade. Silicone e aditivos fungicidas também estão presentes misturados ao gesso.

O rosa é mais resistente ao fogo, devido a presença de fibra de vidro em sua fórmula. Por isso, vai bem ao redor de lareiras e na cozinha, na bancada do cooktop.



O drywall pode ser aplicado de diversas formas, desde que estejam adequados de acordo com a necessidade do ambiente. Por exemplo, os painéis específicos para o teto, deverão ser parafusados e presos sob a laje. Se a aplicação for feita sobre parede, serão instalados sobre apoios fixos na alvenaria com massa de colagem.

Qualquer objeto de até 10kg pode se prender diretamente na chapa de drywall, o que dá ao material grande versatilidade, podendo ser incrementado e inserido como forma de decoração no ambiente.

 

Redação: Talita Marcondes – Agência MayPress

Fontes: Casa Abril e Leroy Merlin

Share This